Rasga Coração

Considerada por Nelson Rodrigues como uma das obras primas da dramaturgia brasileira, Rasga Coração foi a última peça de Oduvaldo Vianna Filho que, no hospital, pouco antes de sua morte, aos 38 anos, ditou o último capítulo. Sua mãe escrevia o que ele ditava e depois lhe apresentava para revisão. Não por isso, mas apesar disso, a obra tem uma força que atravessa os anos. Terminada em 1972 e dedicada pelo autor, no Prefácio, a todas as lutas populares, só estrearia cinco anos depois, censurada desde o início e proibida de estrear.

A obra trata da resistência às ditaduras no Brasil, em épocas diferentes, situadas a partir dos personagens de diversas gerações de uma família – Maguari - que se envolvem na luta contra diferentes formas de opressão. Os conflitos familiares, as diferenças entre gerações, as heranças familiares e históricas, são brilhantemente costuradas por diálogos expressivos e cenas emocionantes.

Nunca é demais rever esse texto de rasgar corações.

LEITURA DRAMÁTICA EXIBIDA NO CPF - SESCSP EM 09/02/2019

PROJETO LIBERDADE EM CENA 

OBCOM/ ECA USP / CPF SESC

Autor: ODUVALDO VIANNA FILHO
Direção Geral: CARLOS PALMA
Sonoplastia: ANA MELQUIADES
Video: LEON CUNHA
Fotos: SAMUEL IAVELBERG
Direção Musical: JEAN GARFUNKEL
Direção Geral: ROBERTO ASCAR
Coordenação de Dramaturgia: RENATA PALLOTTINI
Coordenação Geral: CRISTINA COSTA

Debatedoras:

  • Maria Cristina Castinho Costa
  • Maria Silva Betti

Músicos:

  • BETINHO SODRÉ
  • JEAN GARFUNKEL
  • PRATINHA SARAIVA

Elenco: (ordem alfabética)

  • ADRIANA DHAM
  • AGENOR BEVILACQUA SOBRINHO
  • CARLOS PALMA
  • LIA BENACON
  • OSWALDO MENDES
  • PEDRO BONILHA
  • PEDRO PAULO VICENTINI
  • RODRIGO MERCADANTE
  • TIM URBINATTI

GALERIA DE FOTOS



Compartilhe






Apoio